Qual a diferença entre engenheiro de segurança do trabalho e técnico de segurança do trabalho?

O ambiente de trabalho é algo que possui extrema importância. Por isso deve-se ter engenheiro de segurança do trabalho e técnico de segurança do trabalho. 

Pode até parecer que ambas categorias são iguais. Contudo, não são. Dessa forma, cada uma possui suas particularidades. Então, confira neste post quais são as diferenças entre elas e conheça sua importância.

Profissionais que garantem a segurança

Muito valorizada, a segurança do trabalho é algo importante em qualquer empresa. Como por exemplo, negócios que estão em construção devem contratar profissionais dessa área.

Assim, eles são responsáveis em manter seguros os funcionários. Além disso, a função dessas duas categorias é essencial. Já que qualquer erro pode ser fatal. 

Conheças as diferenças: engenheiro de segurança do trabalho e técnico de segurança do trabalho

A diferença entre engenheiro de segurança do trabalho e técnico de segurança do trabalho é bem básica. Então, veja a seguir o que muda em cada área.

O engenheiro de segurança é responsável pela parte burocrática. Além disso, as suas funções visam manter o local mais seguro e melhor para todos .

Já o técnico de segurança deve colocar em prática todas as recomendações do engenheiro. Sendo assim, demonstrando que juntos conseguem o melhor resultado para a empresa.

Portanto, mesmo diferentes, as duas categorias precisam trabalhar em conjunto. Dessa forma, criando um local de trabalho mais seguro e sem qualquer risco para as demais pessoas. 

O que faz o engenheiro de segurança

Em resumo, o engenheiro de segurança do trabalho é responsável em prevenir qualquer acidente. Sendo assim, deverá garantir que nenhum funcionário sofra qualquer risco, de vida. Seja físico ou psicológico.

Além de manter o local seguro, o engenheiro tem mais atividades. Por exemplo:

  • Fiscalizar o local de trabalho;
  • Elaborar de planos de segurança e de riscos ambientais;
  • Emitir laudos;
  • Realizar inspeções para encontrar os problemas;
  • Orientar a CIPA e propor projetos para melhorar o ambiente. 

As funções de um técnico de segurança

O engenheiro e o técnico possuem as mesmas funções. Contudo, a segunda categoria é responsável pela parte mais funcional. Ou seja, o técnico tem atuação em campo. 

Além disso, ambas possuem a mesma finalidade. Contudo, nenhuma substitui a outra, mas sim complementam-se e garantem um ambiente seguro. Então, veja abaixo algumas funções do técnico:

  • Encontrar as melhores formas de realizar ações de segurança;
  • Diminuir ao máximo o número de riscos de local de trabalho;
  • Informar aos funcionários sobre as normas de segurança;
  • Fiscalizar se todos seguem as regras para um ambiente seguro.

Para trabalhar nessa área é necessário ter o ensino médio. Além disso, deverá ter curso técnico com foco em segurança do trabalho

Habilidades do engenheiro e o técnico de segurança do trabalho 

Empresas em todo o Brasil buscam esses profissionais. Por isso, eles devem ter algumas habilidades para destacar-se. Assim, entre elas estão:

  • Ser detalhista;
  • Boa comunicação;
  • Proatividade;
  • Concentração;
  • Saber lidar com situações críticas.

Dessa forma, se possui essas características vale a pena conhecer mais sobre a profissão. Afinal, estão em alta e com ótimas oportunidades em todo o país.

Compartilhe esse post

17 comentários em “Qual a diferença entre engenheiro de segurança do trabalho e técnico de segurança do trabalho?”

  1. Norma Alves moura

    Sou técnica em segurança do trabalho quero montar uma consultoria será que eu preciso fazer engenharia de segurança para me manter no mercado da consultoria

    1. Olá Norma, tudo bem?

      Teria que ver para qual segmento gostaria de atender e o enquadramento legal da empresa junto ao ENIT e aos órgãos reguladores.
      Atenciosamente,
      Equipe Super SIPAT

  2. Boa noite. Quem é responsável pelos documentos PPP, PGR, LTCA e o PCMSO? O Técnico ou Engenheiro do trabalho? Como tecnólogo serei habilitado para quais documentos?

    1. Bom dia Thiago!
      O Técnico em Segurança do Trabalho pode contribuir nas etapas relacionadas à segurança e saúde ocupacional, porém a responsabilidade final para elaborar esses documentos recai sobre profissionais especializados em suas respectivas áreas, como médicos do trabalho, engenheiros de segurança, etc.

    1. Olá Mariana! Muito obrigado pelas palavras,
      tanto nos artigos quanto nas palestras de segurança,
      fazemos o possível para ajudar a todos com a cultura de segurança.

      Atenciosamente,
      Equipe Super SIPAT

  3. Estou formando no curso de Tecnólogo em Mecatrônica, com ênfase em Industrial, vou ter o registro no CREA de nível superior, (como um tecnólogo, entretanto, pelo que li no site do MEC, entende-se que o tecnólogo é como um bacharelado ou licenciatura), então dito isso a pergunta é; poderei cursar uma pós em Segurança do Trabalho com a minha graduação de Tecnólogo em Mecatrônica ?

    1. Olá Luis, tudo bem?

      O melhor caminho seria verificar diretamente com a instituição que deseja fazer a pós em segurança do trabalho,
      há alguns locais que aceitam e outros podem criar algum tipo de complicação, como você terá o CREA, possivelmente não terá problema para pós ou mesmo mestrado,
      mas o melhor seria se informar com a instituição desejada.

      Qualquer dúvida ou necessidade, estaremos a seu dispor.

      Equipe Super SIPAT

    2. Olá, a resposta é não ! De acordo com o confea / CREA embasados na lei 7.410 de 27/11/1985, o exercício da função de engenheiro de segurança do trabalho é permitido exclusivamente aos engenheiros e arquitetos que tenham curso de especialização em segurança do trabalho.

  4. Sou formada em engenharia de produção e quero fazer o técnico em segurança do trabalho para ingressar no mercado de trabalho pois não consigo nada na minha área e talvez ingressando como técnico teria mais oportunidades. Será que seria uma boa opção?

    1. Olá Lilian,
      O seu questionamento é muito importante, mas a relação de novas graduações com oportunidades de trabalho devem ser vistas com cautela, pois depende de vários fatores.
      1. O local onde você mora e as empresas no seu entorno.
      2. quais são as demandas de tais empresas por profissionais.
      3. Uma engenheira de produção pode seguir o caminho de virar Engenheiro de segurança no trabalho ao invés de técnico, os salários de engenheiro costumam ser maiores e tem menos engenheiros de trabalho no mercado do que técnicos.
      4. A sua pergunta envolveria diversas variáveis de difícil avaliação, pois dependeria da sua idade, experiência, região onde mora e necessidades das empresas no seu entorno, etc.

      De qualquer forma, acreditamos que em breve surgirão novas oportunidades tanto como engenheira de produção, ou caso escolha o caminho da segurança do trabalho.
      Tenha um ótimo dia e boa sorte na sua jornada.
      Atenciosamente,
      Equipe Super SIPAT

  5. Andressia Andrade

    Olá, bom dia!
    Estou cursando tecnologia de segurança do trabalho, até onde eu sei, é uma graduação. Qual a diferença entre o tecnólogo em segurança do trabalho e o engenheiro em segurança do trabalho?

    1. Olá Andressia,
      O curso tecnólogo é uma graduação muito bacana, ela te habilita como uma técnica de segurança no trabalho, o engenheiro de segurança do trabalho é um profissional que deve ter realizado faculdade de engenharia ou áreas correlacionadas antes de poder estudar engenharia do trabalho. O engenheiro do trabalho estuda matrizes mais avançadas sobre a segurança do trabalho.
      Esperamos ter lhe ajudado.
      Atenciosamente,
      Equipe Super SIPAT

  6. tendo em vista que o tecnico de segurança do trabalho é de formaçao um nível medio: posso contratar um engenheiro de segurança no seu lugar, que uma vez a formação é mais ampla?

    1. Olá Isadora,
      Depende do perfil da empresa, número de funcionários e enquadramento de riscos.
      Ter um engenheiro de segurança do Trabalho é sempre uma boa escolha, mas depende das variáveis acima citadas.

      Atenciosamente,

      Equipe Super SIPAT

  7. Anna Sofia Rodrigues

    Sou tecnologa, cursei gestão hospitalar, qual curso mais indicação, engenharia o técnico de segurança do trabalho?
    Quero acumular função dentro da minha empresa de gestão em saúde.

    1. Olá Anna, tudo bem?

      Para se conseguir cursar engenharia de segurança do Trabalho é necessário graduação anterior na CREA( conselho regional de engenharia e agronomia) do seu estado,
      geralmente com cursos como engenharia civil, ambiental, etc.
      O curso de técnico de segurança do trabalho não necessita de graduação anterior, aparenta ser uma opção interessante de acordo com seus relatos.

      Esperamos ter ajudado, tenha um ótimo dia.
      Atenciosamente,

      Equipe Super SIPAT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre

SUPER SIPAT é uma empresa referência em teatro e palestras para SIPAT sobre segurança, saúde e meio ambiente.
Com mais de 1100 eventos realizados, nossa empresa tem atendido todos os segmentos de negócios, tanto no Brasil como américa latina

Posts Recentes

Siga-nos

Super SIPAT

Leia Mais Sobre SIPAT