Qual a diferença entre engenheiro de segurança do trabalho e técnico de segurança do trabalho?

Engenheiro de segurança do trabalho e técnico de segurança do trabalho

O ambiente de trabalho é algo que possui extrema importância. Por isso deve-se ter engenheiro de segurança do trabalho e técnico de segurança do trabalho. 

Pode até parecer que ambas categorias são iguais. Contudo, não são. Dessa forma, cada uma possui suas particularidades. Então, confira neste post quais são as diferenças entre elas e conheça sua importância.

Profissionais que garantem a segurança

Muito valorizada, a segurança do trabalho é algo importante em qualquer empresa. Como por exemplo, negócios que estão em construção devem contratar profissionais dessa área.

Assim, eles são responsáveis em manter seguros os funcionários. Além disso, a função dessas duas categorias é essencial. Já que qualquer erro pode ser fatal. 

Conheças as diferenças: engenheiro de segurança do trabalho e técnico de segurança do trabalho

A diferença entre engenheiro de segurança do trabalho e técnico de segurança do trabalho é bem básica. Então, veja a seguir o que muda em cada área.

O engenheiro de segurança é responsável pela parte burocrática. Além disso, as suas funções visam manter o local mais seguro e melhor para todos .

Já o técnico de segurança deve colocar em prática todas as recomendações do engenheiro. Sendo assim, demonstrando que juntos conseguem o melhor resultado para a empresa.

Portanto, mesmo diferentes, as duas categorias precisam trabalhar em conjunto. Dessa forma, criando um local de trabalho mais seguro e sem qualquer risco para as demais pessoas. 

O que faz o engenheiro de segurança

Em resumo, o engenheiro de segurança do trabalho é responsável em prevenir qualquer acidente. Sendo assim, deverá garantir que nenhum funcionário sofra qualquer risco, de vida. Seja físico ou psicológico.

Além de manter o local seguro, o engenheiro tem mais atividades. Por exemplo:

  • Fiscalizar o local de trabalho;
  • Elaborar de planos de segurança e de riscos ambientais;
  • Emitir laudos;
  • Realizar inspeções para encontrar os problemas;
  • Orientar a CIPA e propor projetos para melhorar o ambiente. 

As funções de um técnico de segurança

O engenheiro e o técnico possuem as mesmas funções. Contudo, a segunda categoria é responsável pela parte mais funcional. Ou seja, o técnico tem atuação em campo. 

Além disso, ambas possuem a mesma finalidade. Contudo, nenhuma substitui a outra, mas sim complementam-se e garantem um ambiente seguro. Então, veja abaixo algumas funções do técnico:

  • Encontrar as melhores formas de realizar ações de segurança;
  • Diminuir ao máximo o número de riscos de local de trabalho;
  • Informar aos funcionários sobre as normas de segurança;
  • Fiscalizar se todos seguem as regras para um ambiente seguro.

Para trabalhar nessa área é necessário ter o ensino médio. Além disso, deverá ter curso técnico com foco em segurança do trabalho

Habilidades do engenheiro e o técnico de segurança do trabalho 

Empresas em todo o Brasil buscam esses profissionais. Por isso, eles devem ter algumas habilidades para destacar-se. Assim, entre elas estão:

  • Ser detalhista;
  • Boa comunicação;
  • Proatividade;
  • Concentração;
  • Saber lidar com situações críticas.

Dessa forma, se possui essas características vale a pena conhecer mais sobre a profissão. Afinal, estão em alta e com ótimas oportunidades em todo o país.

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin

Siga-nos

Leia Mais Sobre SIPAT