EPI e EPC – Guia 2024 de diferenças, utilidades e exemplos de cada um

Apesar de serem siglas parecidas, o EPI e EPC são termos diferentes. Então, quando o assunto é cultura de segurança no trabalho deve conhecê-los. Portanto, veja como eles ajudam a prevenir acidentes e garantir a legalidade da empresa.

O que é e qual a diferença entre EPI e EPC?

Ambos ajudam a garantir a segurança e prevenir acidentes. Assim, o primeiro é a sigla para equipamento de proteção individual e o segundo de proteção coletivo. Para isso, o EPI tem como objetivo proteger o corpo e o EPC de diminuir riscos no ambiente.

Obrigações legais

A empresa tem a obrigação legal de fornecer os itens sem cobrar por eles. Além disso, deve dar instruções para que seu uso seja correto e garantir produtos em perfeito estado. Com isso, é possível diminuir os riscos de lesões e acidentes.  

Foto: O uso de EPI e EPC deve ser tema da SIPAT em sua empresa

Exemplos de EPI

Para cada função existe um risco diferente. Por isso, cada EPI é responsável por garantir a segurança de uma área específica do corpo. Mas, alguns itens de proteção individual são mais comuns, tais como:

  • As luvas, em especial as descartáveis;
  • As botas para proteção de impacto e de umidade;
  • Os capacetes de aba frontal e os de aba total.

Além desses, outros dispositivos visam diminuir os riscos à saúde do trabalhador. Assim, também são produtos para proteção, como máscaras, protetores de ouvido e óculos. Aliás, um item não descarta outro, porque às vezes é preciso usar mais de um deles.

Incentivos

Apenas garantir os produtos para proteção nem sempre é suficiente. Por isso, é importante implantar uma cultura de segurança. Portanto, a melhor maneira é mostrar por meio da conscientização a importância do uso do EPI para a saúde e segurança

Exemplos de EPC

Algumas tarefas demandam cuidados com o coletivo. Para isso,  o uso de peças de proteção coletiva é crucial para que não ocorram acidentes no ambiente em virtude do trabalho a ser realizado. Os itens de proteção nesse caso são:

  • Fitas de isolamento, também conhecidas como fitas zebradas;
  • Cones e placas de sinalização;
  • Alertas luminosos, sirenes e alarmes.

Estes e outros EPC não acabam por completo os acidentes. Contudo, podem diminuir o risco de que eles aconteçam, bem como sua gravidade. Portanto, é preciso ensinar e fiscalizar  o uso correto para garantir maior segurança.

O EPI e EPC e os custos 

EPI e EPC contribuem para a saúde e segurança do trabalho. Além disso, ele reduz os custos com diretos e indiretos em virtude de acidentes. Ou seja, é benéfico para o empregador e para o empregado, além de ser um tema útil para o SIPAT.

Aposte na Super SIPAT para falar sobre EPI e EPC

Caso queira abordar o tema de segurança em seu evento aposte na Super SIPAT. Afinal, a empresa conta com experiência na área e oferece atividades lúdicas para conscientizar toda sua equipe.

Compartilhe esse post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre

SUPER SIPAT é uma empresa referência em teatro e palestras para SIPAT sobre segurança, saúde e meio ambiente.
Com mais de 1100 eventos realizados, nossa empresa tem atendido todos os segmentos de negócios, tanto no Brasil como américa latina

Posts Recentes

Siga-nos

Super SIPAT

Leia Mais Sobre SIPAT